sexta-feira, 6 de setembro de 2013

STF MANTÉM SENTENÇA PARA RÉUS DO MENSALÃO





     O Supremo Tribuna Federal (STF) entrou na etapa mais polêmica do mensalão.São os recursos que abrem a possibilidade de um novo julgamento para onze do vinte e cinco condenados. A votação ficou para a semana que vem, Mas o presidente do STF já votou contra, Joaquim Barbosa argumentou que esses novos recursos seriam apenas uma forma de eternizar o processo.

     Na sétima sessão de julgamento  dos recursos da Ação Penal 470, o processo do mensalão(05/09) ,o Supremo  Tribunal Federal (STF) modificou ontem a primeira decisão do processo.Com o entendimento da maioria dos ministros da Corte,o ex sócio da corretora Bônus Banval Breno Fischberg deixará de ser preso,a pena foi transformada em pagamento de multa e prestação de serviços à comunidade. Também foi decidido que a Corte a palavra final sobre a perda de mandato dos quatro Parlamentares condenados.

    Ao analisar recurso do deputado federal João Paulo Cunha(PT-SP) Os ministros entenderam que deve ser mantida a decisão tomada no ano passado. Eles mantiveram ainda a pena do deputado de nove anos e quatro meses de prisão , além de R$ 360.000,00 de multa , em valores não atualizados, pelos crimes de corrupção passiva , peculato e lavagem de dinheiro. Os ministros decidiram  manter a pena do ex-deputado Pedro Corrêa (PP-PE) condenado a sete anos e dois meses de prisão. 


Ocorreu um erro neste gadget